Home Artigos Windows Server League Qualidade do Serviço (QoS) no Windows Server 2012

Qualidade do Serviço (QoS) no Windows Server 2012

 

Hoje cada vez mais as organizações estão dependendo de serviços na nuvem ou simplesmente garantir que suas conexões com filiais sejam garantidas, e por isso o gerenciamento de largura de banda de rede torna-se ainda mais crítica.

Felizmente, a banda pode ser gerenciada através de um componente do Windows conhecido como Qualidade de Serviço (QoS).

Neste artigo, vou explicar o que QoS é, como funciona, e o que você precisa saber sobre o uso de QoS no Windows Server 2012.

 

Para entender melhor o QoS do Windows Server 2012 é preciso saber que quando dois computadores estão em comunicação, um computador irá fazer uma tentativa de entrega dos pacotes na rede para o computador de destino porém não existe uma garantia que o pacote chegará. E mesmo quando a comunicação está ocorrendo e os pacotes estão sendo transmitidos não há garantia da rapidez em que a entrega está sendo feita.

A maioria das vezes a velocidade da entrega é feita baseada na velocidade da rede, por exemplo na comunicação entre duas maquinas em um mesmo segmento de rede com placas e dispositivos de 1GB, certamente a entrega será rápida, mas ainda assim não existem garantias, pois nesse segmento pode haver aplicações consumindo uma enorme quantidade de largura de banda e pode prejudicar a comunicação e o desempenho da rede.

É ai que entra o QoS, ele é um conjunto de padrões que permite fazer a reserva da largura de banda para aplicações.
Assim os administradores de rede são capazes de reserva de largura de banda de rede para aplicações de missão crítica, e dessa forma as aplicações podem enviar e receber pacotes em um tempo razoável.

Para que o QoS funcione adequadamente tanto o sistema operacional quanto os componentes de rede devem ser compatíveis com o QoS.

No Windows Server 2008 R2, O QoS só poderia ser usado para impor o consumo de largura de banda máxima. Este tipo de gestão da largura de banda é também por vezes referido como limitação de taxa. Esse mesmo recurso continua a existir no Windows Server 2012, e também é possível utilizar agora o recurso de banda mínima.

Você pode configurar o QoS através do PowerShell usando os seguintes cmdlets.

Get-NetQosPolicy

Recupera políticas de Qualidade de Serviço (QoS).

New-NetQosPolicy

Cria uma nova política Qualidade de Serviço (QoS).

Remove-NetQosPolicy

Remove uma política de Qualidade de Serviço (QoS).

Set-NetQosPolicy

Atualiza uma política de Qualidade de Serviço (QoS).

 


Uma excelente aplicação é ambientes virtualizados onde podemos definir um limite de uso da banda de determinadas máquinas virtuais de uma forma que cada máquina virtual recebe largura de banda suficiente para fazer seu trabalho. Porém, esse não é o único benefício.

Um segundo benefício é que o Windows Server 2012, é possível distinguir entre os vários tipos de tráfego de rede que são produzidos por máquinas virtuais. Por exemplo, um administrador poderia, teoricamente, reservar mais largura de banda para o tráfego de armazenamento do que para o tráfego regular da máquina virtual.

Neste exemplo você pode definir um valor de banda como por exemplo 40% do trafego da máquina virtual e o restantes para outros recursos de rede, como trafego de armazenamento ou live migration e caso você não esteja usando os 60% da banda reservada a máquina virtual pode se beneficiar dessa banda até se seja necessário o seu uso.

No Windows Server 2012, as políticas de QoS e configurações podem ser gerenciados usando o Windows PowerShell. Os novos cmdlets do Windows PowerShell podem suportar as funcionalidades de QoS do Windows Server 2008 R2 (como largura de banda máxima e marcação de prioridade) e os novos recursos, como largura de banda mínima do Windows Server 2012.

Por exemplo, é possível facilmente definir a quantidade de banda para 5MB de uma determinada máquina virtual usando o seguinte comando:

Set-VMNetworkAdapter –VMName NomedaMaquinaVirtual –MaximumBandwidth 5000

Ou você pode definir o máximo e o mínimo através do modo gráfico nas propriedades da sua máquina virtual.



Anteriormente a configuração do QoS somente poderiam ser feitas usando o Snap-In Group Policy (gpedit.msc ou gpmc.msc), agora no Windows Server 2012, você pode programar ou permitir a automação de políticas de QoS usando o Windows PowerShell facilitando a configuração estática e dinâmica e permitindo gerenciar servidores virtualizados que estão conectados ao seu datacenter. Como o Windows PowerShell tem capacidade de gerenciamento remoto do computador, você pode gerenciar as políticas de QoS em um grupo de servidores de uma só vez, mesmo se esses servidores não são parte do seu domínio.

 

 

[Esse post é Oferecido por Microsoft Windows]



Última atualização (Sex, 22 de Março de 2013 17:50)

 


Artigos relacionados:

Powered By relatedArticle

World's Top Web Hosting providers awarded and reviewed. Find a reliable green hosting service, read greengeeks review